Siga por email

TRANSLATE HERE

quinta-feira, 23 de junho de 2011

GIVERNY, OS JARDINS DE MONET

Se você estiver em Paris entre 1º de Abril e 1º de Novembro, pegue correndo o trem e vá visitar os jardins de Monet. Vale cada pedrinha da calçada, vale esperar na fila enorme, vale o calor, é programa obrigatório!


Em Paris, pegue o metro para a Gare Saint Lazare. Na Gare, compre a passagem para Rouen e desça em Vernon, custa uns 25/30 euros, aller et retour (ida e volta). O trem sai em vários horários, são 17 saídas diárias. Nós fomos às 10 e meia da manhã; é bom ir cedo, os jardins fecham às 5 e meia da tarde. A viagem dura menos de uma hora até Vernon. Em frente a estação de Vernon, pegue a navette para Giverny, custa 4 euros, ida e volta.O bilhete é comprado no próprio ônibus. Em menos de 15 minutos você chega a Giverny. Esse trajeto também pode ser feito de bicicleta, que pode ser alugada em frente à estação. São 7 quilômetros apreciando uma paisagem prá lá de bonita.

Chegando em Giverny, caminhamos um bocado até a rua principal da cidade. Rua principal e cidade...mais ou menos, é um vilarejo, muito bonitinho. E tudo gira em torno de uma rua, a Rue Claude Monet, onde fica a Fundação Monet.

A Fundação Monet é a casa onde o pintor Claude Monet viveu de 1883 a 1926. Ali, ele misturou milhares de espécies de plantas e flores, das mais simples às mais raras, e criou um jardim deslumbrante. As famosas nympheas, a ponte japonesa, water lilies, nos fazem sentir dentro de uma pintura impressionista.

As Nympheas
Flor no jardim de Monet
Não foi muito fácil entrar. Uma fila quilométrica assustou meu marido, que deu meia volta ao ver o tempo que ia passar embaixo de um sol esturricante. Resolvemos passear pela cidadezinha, esperando o melhor momento para visitar o jardim.
Na única rua, mais adiante, fica o Museu do Impressionismo. Não é uma grande coleção, mas exibe obras de Degas, Renoir e, claro, Monet.  É interessante ver como os impressionistas influenciam até hoje a criação de tantos artistas. Além das pinturas impressionistas, o museu dedica um espaço para exposições temporárias. Vimos uma exposição de fotografias muito interessante, “Visão Prateada”.

Hotel Le Coin des Artistes
Um artesão de areia esculpia com delicadeza a figura dos impressionistas, no que parece ser o quintal da sua casa.

Os Impressionistas
A Igreja Sainte-Radegonde foi construída entre os séculos 11 e 12. Modesta e graciosa, tem sob proteção o túmulo de Monet.

Restaurantes simpáticos atraem o olhar. Hoje, alardeiam que em suas mesas já sentaram grandes mestres da pintura. Só que, naquela época, ninguém dava nada por eles. Trocavam quadros por pão doce.

Placa na entrada do restaurante
Algumas lojas de artesanato, sorveterias. A Boutique em frente à Fundação vende mudas de flores, plantas e peças de decoração.
Quando a fila estava um pouco menor, resolvemos arriscar.
O ingresso para a Fundação Claude Monet custa 6 euros, com direito a passear pelo jardim e visitar a casa do pintor. 
fondation-monet.com
Entramos.
E levamos uma descarga de beleza!

Flor no jardim de Monet
Não é possível descrever os jardins de Monet. Todas as cores, formas, fragrâncias, sensações, estão ali. É passeio para horas de deslumbramento.

Jardins de Monet


A casa onde o pintor morou com sua família foi restaurada, os ambientes mantém a decoração original, à exceção dos muitos quadros do pintor que estão expostos ali. Não é permitido fotografar o interior, uma pena.

A casa de Monet
Na saída da Fundação, uma loja vende posters, quadros, objetos, lenços, e tudo o que puder ser estampado com as belíssimas cores de Monet. Não comprei nem um alfinete, nada pode se comparar ao que eu vi.

Claude Monet em Giverny
OUTROS:

A Cityrama faz excursões de um dia a Giverny. A ida e volta custa 90 euros por pessoa.  Place des Pyramides, na rue de Rivoli, perto do museu do Louvre. 2, rue des Pyramides. 33 (0) 44556100

Atenção ao horário dos ônibus que fazem o trajeto Giverny - Vernon. O último sai às 18:20h.

ONDE FICAR:

Le Coin des Artistes - diárias a partir de 65 euros.
Rua Claude Monet, 63.
Telefone: 33 (02) 32213677

La Maison de Mme Baudy - diárias a partir de 110 euros.
Rue Blanche Hoschedé-Monet, 3.
Telefone: 33 (06) 60170009.

ONDE COMER:

Baudy - onde se reuniam Cezanne, Monet, Renoir, Rodin foi inaugurado em 1887. Rua Claude Monet, 81. Telefone: 33 (02) 32211003.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe sua opinião conosco! Deixe seu comentário e sugestões, nós vamos adorar!