Siga por email

TRANSLATE HERE

domingo, 20 de maio de 2012

TIRADENTES, O BIBELÔ DAS GERAES

Em uma segunda feira de Maio, com todas as informações colhidas em blogs, como o excelente Matraqueando, da Silvia Oliveira, e revistas de viagem, pegamos o voo da Gol de São Paulo para Belo Horizonte, rápido, quase uma ponte aérea. Em Confins, alugamos um carro na Localiza e saímos para a estrada em direção a Tiradentes. O caminho é bonito, o céu de Minas Gerais é único com suas nuvens espessas e azul dramático. Levamos 3 horas e meia curtindo a paisagem e parando, já quase na chegada, para um café no Café com Prosa.

Citado em vários blogs, o Café com Prosa não é tudo aquilo que eu esperava, mas tem um café gostoso e uma vista linda. Estrada Real, entre Ouro Preto e Tiradentes, no município de Entre Rios. BR383 km 38,5. O buffet de comida mineira é feito no fogão a lenha. Tel: (31)37514010 / 37514013

Chegamos no final da tarde.

Tiradentes, antiga Vila de São José, foi fundada em 1702, quando os paulistas descobriram ouro na encosta da Serra de São José. Ali, no final do século 19, na casa do vigário Toledo, se tramou a Inconfidência Mineira. A terra de Joaquim José da Silva Xavier, o "Tiradentes", mártir da Inconfidência, passou por anos de esquecimento, até que seu conjunto arquitetônico foi tombado em abril de 1938. A cidade, cercada pelos imponentes paredões de pedra, conserva todo o charme e prosa de uma cidade colonial, com sua arquitetura preservada e é orgulho de seus menos de 8 mil habitantes. O calçamento em pedra capistrana é do século 18, nada fácil de caminhar sobre saltos, leve um tênis. Nossa hospedagem, reservada há um ano quando a enxurrada levou metade de Minas, era na Pousada Xica da Silva.

A Xica da Silva faz parte da Circuito Elegante, uma associação de estabelecimentos selecionados pela qualidade. A pousada fica num casarão antigo, em terreno amplo com piscina, sauna e spa. Mobiliada como a casa da gente, é super aconchegante.

Pousada Xica da Silva
Os detalhes do nosso quarto Magnólia (todos tem nome de flor), variavam dos anjinhos aos quadrinhos com renda nas paredes. Todo cor de rosa, com um lustre lindo e uma vista deliciosa. Tá, o banho não emocionava, ora quente, ora frio, mas tudo super limpo e a equipe atenciosa e simpática. Um café da manhã mineiro, com bolos, pão de queijo, geléias, aquele exagero de carboidratos que me apavora. Pousada Xica da Silva. Tel: (32) 33551461. reservas@xicadasilva.com.br. Avenida Governador Israel Pinheiro, 400.

Quarto Magnólia
Deixamos as malas no quarto e saímos para aproveitar o final da tarde e a noite.

Naquele dia, eu tinha um objetivo: jantar no restaurante Tragaluz. Ansiosa, com medo do restaurante não abrir na segunda feira de cidade quase fantasma, pedi ao meu marido para ir até lá. Ufa, ele abre às segundas - fecha às terças. Com o jantar garantido, fomos bater perna (modo de dizer já que meu marido estava com o joelho operado e tivemos que circular a maior parte do tempo de carro). 

Chocolateria Puro Cacau
Uma lojinha de gostosuras chamou nossa atenção. Eu sou gulosa, já disse, pena que não posso comer naaada, sobrevivo de luz e água, para não recuperar os 8 quilos recém descartados. Comprei um modesto, porém suculento, saquinho de caramelos para a minha mãe. A Puro Cacau tem lojas espalhadas pela cidade, uma delas no Largo das Forras, a praça principal. São centenas de geléias, pimentas, balas, chocolates, um despropósito de gulodices! Rua Ministro Gabriel Passos, 225.
                                                                                                                                                                                
Delícias da Puro Cacau
No Largo das Forras, a Capela Bom Jesus da Pobreza aberta chamou nossa atenção. Lá dentro, fiéis rezavam o que parecia ser uma novena.

Capela Bom Jesus da Pobreza
O padre não estava e o som da vozes em uníssono embalava a noite. Uma lua cheia e vaidosa preenchia o céu acima da igrejinha.

Tiradentes também é conhecida pela gastronomia; excelentes restaurantes foram inaugurados por lá nos últimos anos. Geralmente no mês de agosto chefs nacionais e internacionais se reúnem para oferecer o melhor da culinária no Festival Gastronômico Internacional de Tiradentes. Alex Atala, hoje considerado um dos quatro melhores do mundo com o seu paulistano DOM, remexeu as panelinhas por lá na edição de 2011.

O Restaurante Tragaluz, um dos estrelados da cidade, já recebeu críticas elogiosas no New York Times. Assim que entramos nos encantamos com o ambiente decorado com requinte, sem ostentação. Um show de simplicidade aliada à sofisticação. Chique e ponto. Os candelabros de prata, a louça inglesa Cia das Indias, a trilha sonora que encantou meu marido, fã incondicional de Elis Regina, o design do cardápio inspirado na literatura de cordel, o copinho de estanho para degustar a cachacinha tão mineira e, principalmente, a simpatia do garçom aliada a descontração do ambiente. Pedi um deeeelicioso creme de couve flor e meu marido um galeto com legumes.

Restaurante Tragaluz
A grande vedete da noite, porém, foi a sobremesa com status de celebridade de tão festejada; a goiabada frita na manteiga com recheio de catupiry com crosta de castanhas de caju e sorvete de goiaba!!!! Precisa dizer mais? Rua Direita, 52. Telefone: 32 33551424 / 32 99684873 (reservas). Fecha às terças. 


A Goiabada
No dia seguinte não tive como escapar do café da manhã. Os ovos fresquinhos mexidos me acenavam, o pão de queijo, os bolos, os queijos, os pães exalavam perfumes afrodisíacos. Sucumbi.


Buffet de bolos da Xica da Silva
Antes de pegar a estradinha para Bichinho, demos uma volta pelo centrinho de Tiradentes. O Centro Cultural Yves Alves, fundado em 1998, é muito bem conservado e estruturado. Luís, o responsável, nos mostrou todas as instalações: salas de exposição, livraria, sala de reuniões, cafeteria e o teatro de pouco mais de 100 lugares, que acolhe espetáculos teatrais e de dança. No dia da nossa visita, a exposição Cruzes e Cruzeiros Fotografia e Objetos ocupava o espaço. Rua Direita, 168. Telefone: 32 33551503.

Exposição Cruzes e Cruzeiro (detalhe)
A cruz é um símbolo muito forte em Minas Gerais. Os devotos acreditam que no dia 3 de maio, dia de Santa Cruz, Nossa Senhora visita as casas que exibem uma cruz enfeitada na porta. Todo ano, na véspera, a cruz é trocada por outra nova enquanto o fiel reza a oração de Santa Cruz. Por via das dúvidas, comprei 3! Pelo menos, nos próximos 3 anos estarei protegida!

Perguntei ao Luis sobre a casa abandonada na rua Direita, onde funcionou a antiga Cadeia da cidade, construída em 1833. É estranho, numa cidade com arquitetura tão preservada, um prédio histórico naquele estado. Ele explicou que o Iphan está retardando a liberação da papelada para a restauração e instalação do Museu da Cidade, com acervo já doado pela Angela Gutierrez, da Andrade Gutierrez. Há mais de 4 anos, eles esperam a concretização do projeto. Tomara que o Iphan libere e o Museu comece a funcionar!

Cadeia abandonada à espera do Iphan para virar Museu
Mesmo na Cadeia abandonada a cruz espera Nossa Senhora
Depois de passear por lojas como a Imperial Estanhos, a Paula Spivak com lindos xales e cachecois em tear, a Valéria Campos onde vi delicados caminhos de mesa de linho bordado, fomos para Bichinho.

Loja da Paula Spivak
Imperial Estanhos
Bichinho merece um post só para ela. Dá uma olhada em:

BICHINHO, A ARTE MINEIRA

No final da tarde, voltamos a Tiradentes. Fomos buscar as compras na Imperial Estanhos, anéis de guardanapo, copinhos para licor ou cachaça e vasinhos delicados, que comprei para mim e para as duas lindas amigas que ia encontrar em Inhotim no dia seguinte. A Imperial não tem a sofisticação dos Somers que ali se avizinham, mas os preços são ótimos e o design também é lindo. Rua Direita, 205B. Tel: 32 33551556.

Comprei camisetas de presente para as crianças na Camisaria Triângulo Mineiro, bom preço e bonitinhas. Rua Ministro Gabriel Passos, 190.

Depois, visitamos o Chafariz de São José.


Construído em 1749, tem na fachada barroca, uma imagem de São José do século 18. Cada uma de suas bicas tinha uma função específica: a da frente abastecia a vila de água potável, a da direita era para  lavagem de roupas, e a da esquerda para bebedouro dos cavalos. E ai de quem trocasse as bolas, quer dizer, as bicas, a pena era o açoite!!!

Chafariz de São José
Demos mais uma volta pela cidade e fomos nos preparar para o jantar. Eu sabia exatamente onde queria ir: no Restaurante Theatro da Villa.


O Theatro da Villa tem uma porta modesta com a placa delicada do lado de fora, mas, quando entramos, o ambiente desabrochou. Construído no mesmo lugar onde em 1850 funcionava um teatro de arena (ainda preservado no fundo da casa), é uma casa aconchegante, iluminada na medida certa para realçar a beleza dos móveis, objetos e decoração de seus vários ambientes. Difícil foi escolher onde sentar. Optamos pelo lugar mais quentinho.


Um dos ambientes do Restaurante Theatro da Villa
Ravioli delicioso 
O cardápio, menu degustação, elaborado pelo Chef Carlos Eduardo de Castro, membro do movimento Slow Food,  é composto por uma opção de entrada, um prato intermediário, o prato principal e a sobremesa. Naquela terça feira chuvosa o serviço era à la carte. Escolhemos o delicioso ravioli, tomamos um belo vinho argentino, Tikal Amorio Malbec, não resistimos à sobremesa. A Trilogia de Minas é uma degustação de sobremesas características da região: ambrosia, doce de goiaba com sorvete de queijo e creme brulée (?) no ponto exato.

Trilogia de Minas
Não é nada barato, a conta saiu mais de 300 reais, mas valeu a pena.  http://www.theatrodavilla.com.br. Theatro da Villa – rua Padre Toledo, 157. 

No dia seguinte, conseguimos, finalmente, visitar a Matriz de Santo Antonio. Eu li que era a segunda igreja em ouro do Brasil (a primeira fica em Salvador), mas nem vi tanto ouro assim. As igrejas de Ouro Preto me parecem mais adornadas. É uma bela construção, de 1752, representativa do barroco brasileiro. Nos finais de semana, às 20h, acontece uma apresentação de Luz e Som, narrada por Paulo Goulart, contando a história da matriz e suas curiosidades, quando não há casamento. Não pude fotografar o interior (sempre reclamo: eu fotografo a Notre Dame, a Saint Sulpice, o Museu d´Orsay, a Mona Lisa de ponta cabeça...). O trabalho da fachada da igreja é atribuído a Aleijadinho. O órgão é de 1788, considerado um dos 15 mais importantes do mundo. Horário da igreja – 9 às 17h. Ingressos a 3 reais.

Matriz de Santo Antônio
Largo das Forras
Antes de sair da cidade, passamos no Largo das Forras, bem diferente do clima noturno, onde bares e restaurantes atraem centenas de turistas e locais para a praça. No Largo, está o Monumento a Tiradentes, construido em 1892. Ali fica a AART - Associação dos Artesãos de Tiradentes - onde você encontra muuuuita coisa do artesanato mineiro. Fui em busca da Santa Cruz, aquela que comentei lá em cima, a que protege as casas. Levei trés, uma de papel, uma de fuxico e uma de chita. São lindas. Não sei onde vou colocar tanta cruz!!!! A Associação só abre a partir de 10h - Largo das Forras 120. Tel: (32) 33551878. 

Dali, rumo a Inhotim!!!!! É o próximo post: INHOTIM, MUITO ALÉM DE UM SONHO.

OUTRAS ATRAÇÕES EM TIRADENTES

COMO CHEGAR:

De carro de Belo Horizonte pegar a BR040 até a saída BR383 que vai para S. João Del Rei. Dali seguir pela BR265 que é o principal acesso a Tiradentes. São 190 km. 
De ônibus de Belo Horizonte – 3h30 de viagem. Chegando em São João Del Rei pegar o ônibus para ir a Tiradentes. A viagem leva meia hora.
De taxi - de São João Del Rei a Tiradentes são 14km.
De avião – o aeroporto de S. João Del Rei fica a 15km de Tiradentes. A Trip liga São João a vários destinos, mas o aeroporto está fechado.
A Estrada Real, com seus 1600 km, refaz o Caminho do Ouro.
Do Rio de Janeiro são 330km.
De São Paulo são 480km.

GULODICES

Chico Doceiro – rua Francisco Pereira de Moraes 74, Centro Histórico. De manhã, o próprio prepara os doces no seu enorme tacho.
Delicatessen Pousada Villa Allegra – descendo a rua da Matriz.
Flor de Lótus – lojinha de doces, geleias, pimentas. Rua Mto Gabriel Passos, 80. (32)33551445

COMPRAS

- Rua Resende da Costa
- Rua Direita
Atelier do Jango – anjos em madeira e restaurante – rua Direita, 32.
Paula Spivak - Rua Direita, 176 w. Tel: (32) 33551537. www.paulaspivak.com.br
Galeria Nossa Senhora do Rosário - CIART Artesanato - Rua Resende Costa, 28A. Tel: (32)33551691
Letícia Gelli Objetos - rua Min. Gabriel Passos, 185A. Tel: (32) 33551945. Roupas, acessórios e objetos de decoração para crianças e adultos.
Valéria Campos Enxovais - rua Direita, 129. Tel: (32) 33552021.
Gregory Somers Home - rua Direita, 184. Tel: (32) 33552692. Estanho
Design by Somers - rua Direita, 159b. Tel: (32) 33552813. www.designbysomers.com.br/vendas.
Hibiscus artesanato - rua Min. Gabriel Passos, 181. Tel: (32) 33552325.

RESTAURANTES

Madalum – fast food gostosinho, sanduiches, Buffet de sopas – de qua a seg, de 12h até o último cliente. Fecha terças. Largo das Forras, 88 (32)33552176
Casa Azul Bistrô – comida mexicana. A decoração está à venda, uma graça. Rua da Cadeia s/no. (ao lado do Mini Mix Shopping. (32) 33551868. Fecha terça.
Bar do Celso – simples, tutu mais cremoso da região. Largo das Forras, 80. Tel: (32) 33551193.
Santissima Gula – chef Nancy Souza – só com reserva. Rua Padre Gaspar, 343. (32)33551162.
Estalagem do Sabor – chef Vicente Teixeira – comida mineira com menos gordura – rua Ministro Gabriel Passos 280. (32)33551144.
Pousada Tres Portas – QUEIJOS – 6 tipos, entre eles,parmesão, moriner e minas padrão. Rua Direita 280A. (32)33551444. No mesmo local funciona o Teatro de Marionetes.
Spaghetti – rua Direita
Empório do Barril – cachaças, licor de cachaça – de qui a dom. Rua Antonio Teixeira de Carvalho 119,  Centro Histórico. (32)99480764.
Ora Pro Nobis – rua do Chafariz, 37. Dom a qua de meio dia às 18h. Qui a sab de meio dia ao último cliente. À noite só com reserva. Angu a La Creme com couve crocante.
Atrás da Matriz – rua Santissima Trindade, 201. Bacalhau e pizzas. (32) 33552150
Restaurante Sabor Rural - é famoso pelas chaleiras de limonada e caipirinha e pelo trio de petiscos montado na hora. Chef Cleber Nascimento. Fica no caminho de Bichinho. Estrada da Caixa d´Água, km 4. (32) 99344005.

ATRAÇÕES TURÍSTICAS

A Agência de Turismo Estrada Real promove vários passeios, como a Maria Fumaça, van para Bichinho, Prados, Resende Costa (tecelagem em tear). Tel: (32)33551187 / 88181981 / 91941404. www.tiradentesestradareal.com.br

Por do sol no alto do morro em frente à Capela São Francisco de Paula, do século 18, com vista para o centro histórico.

Passeio de Maria Fumaça a São João Del Rei. O trem foi inaugurado por D. Pedro II em 1881 e a viagem é feita ao longo do Rio das Mortes. As locomotivas a vapor são do início do século 20 e as estações foram construídas no final do século 19. São 13km em 40 minutos – de 6ª a dom e feriados com saídas às 13 e às 17h. Crianças de 6 a 10 anos pagam meia.

Estação da Maria Fumaça.
Visitar o Museu Ferroviário com a oficina e a rotunda.

Andar de “Jardineira”, um carro de 1935 adaptado. O passeio dura 1h30 no tour noturno. Reserva com Luis Fernando (32) 99482370

Em frente ao Solar da Ponte:
- Passeio de charrete- city tour.
- Andar a cavalo.

Casa da Câmara – de 1717. Ali eram recebidos os imperadores e governadores que visitavam a cidade - rua do Chafariz.

Igreja de N. Sra. do Rosário dos Pretos – construída entre 1708 e 1719 - observar os santos negros nos altares laterais - São Benedito, Santo Antonio de Cartagerona e Santo Elesbão. Na fachada de cantaria está a imagem de São Benedito, padroeiro da Irmandade dos Pretos Cativos (escravos). De 3ª. A dom – 10 às 17h. Ingresso a 2 reais. Rua Direita.

Igreja de N. Sra. das Mercês - datada do final do século 18, essa capela rococó pertencia à Irmandade do Pretos Crioulos (nascidos no Brasil).

Igreja de São João Evangelista - essa capela pertencia à Irmandade dos Homens Pardos (mulatos). Só foi concluída no século 19.

Museu Padre Toledo - a casa do vigário Toledo, um dos principais cabeças da Inconfidência Mineira, é hoje um museu. Construída no final do século 18, tem 19 cômodos, sete forros pintados, onde se destaca o que representa os cinco sentidos com figuras da mitologia grega. Pelos alto-falantes ouvimos os versos de Marília de Dirceu. Ali, em 1789, os inconfidentes se reuniam.

Museu da Liturgia - antiga casa paroquial tem no acervo 420 peças que são apresentadas virtualmente.

Na cidade encontramos as Cinco Capelas de Passos da Paixão, com antigos retábulos e quadros referentes à Paixão de Cristo. Uma delas fica na esquina da Rua Direita com o Largo do Sol.

Teatro de Marionetes – Rua Direita, 280A. (32)33551444

Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes - a cidade recebe chefs de todo o país e internacionais num festival recheado de shows, degustação e exposições. www.culturaegastronomia.com.br

A cidade de REZENDE COSTA é famosa pelos trabalhos em tapeçaria. 

ONDE FICAR

Pousada do Largo – Largo das Forras (0xx)32 3355-1262 - www.pousadadolargo.com.br .
Pousada 21 de Abrilwww.pousada21deabril.com.br – Rua Joaquim Ramalho 417, Bairro Cuiabá. (32)33551438.
Pousada do Ó – rua do Chafariz, 25. Tel: (32) 33551699 - (32) 9116-1057      .
Solar da Ponte – Largo das Mercês, s/no., faz parte do Roteiros de Charme e é considerada a melhor pousada de Tiradentes.
Pousada Mãe d´Água - Largo das Forras 50. www.pousadamaedagua.com.br
Pousada Brisa da Serra - pelo Guia Brasil 2013 é considerada a melhor da cidade. www.brisadaserra.com.br.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe sua opinião conosco! Deixe seu comentário e sugestões, nós vamos adorar!