Siga por email

TRANSLATE HERE

sexta-feira, 10 de maio de 2013

ORA, POIS PORTO!!!

Nelson Rodrigues é o responsável pelo meu chamego com a cidade do Porto. Por causa dele fiz minha primeira ida à cidade dos tripeiros com muito orgulho, pá! Lá estivemos, eu e meu grupo de teatro, convidados para um Festival maravilhoso e fizemos os portugueses cantarolarem entusiasmados uma velha marchinha de carnaval. O teatro lotado, lindo de ver e ouvir a marchinha e os mais de 1000 aplausos.
Estive outra vez, na primeira viagem a dois com meu marido, então namorado, cheia de más intenções. Tomamos tanto vinho verde que a noite se fez adulta em poucas horas!
Voltamos ainda outra vez, eu e ele, embalados por outra excursão de teatro, da qual ele participava como ator.
E o teatro, agora, novamente pelas mãos de Nelson, me leva de volta aos palcos e ao Porto. Cidade cheia de manha, essa!
Pois, sim, apronto as malas para te rever, iluminada e catita, ciumenta da graça de Lisboa. Vou lhe visitar primeiro, está bem assim?

Oporto, ou simplesmente Porto, foi apelidada  de "Cidade Invicta" pela Rainha D. Maria I, por causa da bravura de seus habitantes nas guerras do século 19. Segunda maior cidade de Portugal, adora a fama que tem. Em 1996, a área mais antiga do centro foi elevada pela Unesco à categoria de Patrimônio Cultural da Humanidade.

Chegamos de carro, vindos de Coimbra, à noite, sem reserva de hotel. Nada que o www.booking.com não resolvesse com competência.

O Hotel Vitoria Village é um charme. Fica num casarão antigo, reformado, e tem um lindo jardim nos fundos. O pessoal da recepção é simpaticíssimo! Ficamos num dos quartos da ala nova, super confortável, cheio de mimos para os hóspedes e aberto para o jardim. Na verdade, era um apartamento amplo, com dois andares, sala e cozinha no primeiro andar e quarto e banheiro no segundo. A dois passos do Centro. Reservando pela internet os preços são melhores. Rua da Vitória 29. www.vitoriavillage.com

Hotel Vitoria Village
Depois de instalados saímos para jantar. Tínhamos a indicação de um restaurante na Ribeira.

A Ribeira é o ponto mais badalado da cidade, onde dezenas de bons restaurantes, muitos com nomes engraçados para nós brasileiros, exibem seus cardápios à beira do Rio d´Ouro, sob a luz de um luar estonteante. Jovens, casais, senhores e senhorinhas passeiam despreocupados à caça do vinho mais verde, do queijo da Serra da Estrela, da brisa mais suave.


Ribeira
O Hotel Pestana, um dos mais chiques da região, está localizado à beira-rio num prédio lindo, centenário. Praça da Ribeira 1. www.pestana.com/en/pestana-porto-hotel

Hotel Pestana na Ribeira
Fomos ao Don Tonho, recomendadíssimo por um grande amigo, já no final da noite, quase 11 horas, sem a menor esperança de encontrar a casa aberta. Pois nos receberam com simpatia e fomos servidos até o final da refeição sem a menor impressão de sermos inconvenientes. Não levantaram as cadeiras, os garçons não desfilaram de pijama, como quase acontece em muitos restaurantes do Rio de Janeiro. O lugar é agradável, a comida excelente, o vinho delicioso, a sobremesa, uma tentação e a vista é linda. Cais da Ribeira 13-15. Tel: 22 2004307.


Salão do Dom Tonho
No dia seguinte, fomos em busca do Ônibus de Sightseeing, tipo Hop On Hop Off.

Um protesto contra a Violência contra a Mulher coloria a Praça da Liberdade de rosa. Lá como cá, a mulher ainda sofre abusos nas mãos de parceiros hediondos. No extremo da Praça, a estátua de D. Pedro IV, mais conhecido por nós brasileiros como D. Pedro I. O coração de nosso Imperador está bem guardado na Igreja da Lapa, doado à cidade que tanto o apoiou.


Denúncia na Praça da Liberdade
Praça da Liberdade
Na Praça da Liberdade fica uma das paradas do ônibus de Sightseeing. Embarcamos e descemos em vários lugares que não conhecíamos. O passe para um dia custa em torno de 13 euros e dá direito a subir e descer nos pontos onde o ônibus para. Depois, é esperar o próximo e seguir viagem.


Praça da Liberdade. Estátua de D. Pedro I.
Você pode escolher fazer um tour mais longo ou comprar o passe de 2 dias, em torno de 20 euros.

A Igreja do Carmo foi construída no século XVIII, mas só em 1912 a fachada lateral foi revestida com um espetacular painel de azulejaria portuguesa. No interior, o destaque é a talha dourada. Junto com a Igreja das Carmelitas, sua vizinha, foi classificada como Monumento Nacional. Aliás, são tão vizinhas que, se você não prestar atenção, vai pensar que é uma igreja só. Rua do Carmo.
Igreja do Carmo
Igreja do Carmo
As crianças visitam todos os sítios históricos
Inaugurado em 1921, o Café Majestic é classificado como um dos mais belos cafés do mundo, com seus enormes espelhos em cristal flamengo. Imponente e elegante, nos transporta no tempo com sua linda decoração Art Nouveau. A rabanada com baba de moça é uma das tentações mais pedidas. Consulte a programação cultural, em algumas noites há shows de fado. Aberto de segunda a sábado de 9:30 à meia noite. Rua Santa Catarina 112. www.cafemajestic.com


Café Majestic
Chocolate quente no Majestic
O Café Guarany, fundado em 1933, foi restaurado em 2003 respeitando o aspecto original. Primo mais novo do Majestic, o Guarany é conhecido como "Café dos Músicos". A famosa figura do índio (alusão ao Guarany, romance de José de Alencar e, posteriormente, ópera de Carlos Gomes) é uma homenagem ao Brasil, primeiro produtor de café. A especialidade da casa é o “Bacalhau a nossa moda”. O cardápio tem o preço médio de 15 euros. Aberto de 9 a meia noite. Avenida dos Aliados 89-85. Tel: 22 3321272 (ligue para conferir a programação musical).

A Torre dos Clérigos, construída em pedra de granito no século XVIII, é parte da Igreja dos Clérigos. Ela tem 75 metros de altura e, depois de subir 240 degraus, você ganha como prêmio uma vista deslumbrante da cidade. Eu não subo, prefiro ver a paisagem em outros mirantes. Rua dos Clérigos - Rua Senhor Filipe de Nery.


Torre dos Clérigos
Quase em frente a Torre dos Clérigos, não deixe de entrar na famosérrima Livraria Lello para admirar a incomparável escadaria que serpenteia pelo ambiente, orgulho dos proprietários. Rua das Carmelitas 144.


Livraria Lello
A famosa escadaria da Lello & Irmãos
Os lindos jardins do Parque Serralves abrigam a Fundação Serralves, responsável por várias exposições e eventos. Se você tiver um tempo sobrando, visite o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, flane nos jardins e sublinhe a tarde bebendo um delicioso chá na Casa de Chá. Programão! Rua D. João Castro 210.


Parque Serralves
Uma das surpresas do Yellow Tur foi a orla da cidade. Nós não sabíamos que o Porto tinha praias tão lindas. Em muitas, restaurantes montados quase à beira mar. Infelizmente, era inverno e muitos estavam fechados.


Por do Sol nas praias do Porto
Na Praia do Queijo, ergue-se, desde o século 15, o Forte São Francisco Xavier, popularmente conhecido como o Forte do Queijo porque foi construído em cima de uma enorme rocha em forma de queijo... Praça Gonçalves Zarco.


Forte do Queijo
A Ponte Luís I une a cidade do Porto à cidade de Gaia. Construída no final do século 19, essa estrutura metálica é o cartão postal da cidade. Conta a lenda que o Rei Dom Luís não foi à sua inauguração. Indignado com o descaso do Rei, o povo resolveu tirar o Dom do nome da ponte. Mas não tem jeito, todo mundo a conhece por Ponte Dom Luís.


Ponte Dom Luís vista da Ribeira
Atravessando a Ponte Dom Luís, do outro lado do Rio d´Ouro, está Vila Nova de Gaia, onde várias caves oferecem degustação de Vinhos do Porto. Como ganhamos uma cortesia do Hotel Vitória Village, fomos à Porto Cálem, cave premiadíssima que produz vinhos há mais de 150 anos. A visita guiada inclui o Museu, as caves onde os vinhos são envelhecidos e uma aula acompanhada de degustação de vinhos deliciosos. Depois, ficamos à vontade para terminar nossas bebidas e xeretar os vários rótulos e tamanhos de Vinhos do Porto, copos e acessórios expostos na lojinha. Logo na saída da Ponte, na Avenida Diogo Leite 244.

Cave da Porto Calém
Degustação de vinho do Porto
Em Vila Nova de Gaia fica a filial do Corte Ingles, loja de departamentos espanhola com uma variedade de tudo a preços ótimos! De segunda a sábado de 10 às 23h. Domingos e feriados de 10 às 20h. Em Novembro e Dezembro fica aberta até meia noite. Feriados dias 1 e 8 de Dezembro. Dias 24 e 31 de Dezembro de 10 às 18h. Dia 30 de Dezembro de 10 às 23h. Avenida da República, 1435. Descer na estação metrô João de Deus, pegar a passagem subterrânea.


Visual do Porto de Vila Nova de Gaia
Outro bom lugar para comprar vinhos, sem precisar atravessar a magnífica Ponte Dom Luís, é A Garrafeira do Carmo. São centenas de vinhos de qualidade a preços prá lá de convidativos para nós brasileiros. Faça uma degustação antes de escolher. E, por menos de 10 euros, você vai levar um belo rótulo para casa. Rua do Carmo 17.

A cidade do Porto tem 3 linhas de Bondes elétricos super charmosos que cruzam a cidade com petulância. O ticket vale pelo dia inteiro e custa 8 euros.


Tradição e modernidade
O Moisés, piloto do Wine Quay Bar, responde pessoalmente a cada avaliação publicada citando o seu bar. E não são poucas. Como o nome diz, é um bar de vinhos, com uma seleção das melhores adegas de Portugal e que oferece como acompanhamento uma variedade de tapas e queijos. Além do belo visual do Rio d´Ouro. Terça a sábado de 15:30 às 23h. Muro dos Bacalhoeiros 111. Tel: 22 2080119

O Fado é uma casa de fado bem característica, pequenina, com vários cantores ao longo da noite. Estive lá há muitos anos, mas, segundo o Trip Advisor, ainda mantém a majestade. Chegue cedo, peça um bom vinho verde e entre no clima. Nada de falar quando a fadista está cantando, elas exigem silêncio para a sua arte. Depois, ela mesma vai convocar a plateia para cantar junto (algumas detestam isso, nem pense em ficar acompanhando a cantoria com palminhas...). Fica meio escondidinha. Aberto todos os dias de 20:30 às 2 da manhã. Fecha aos domingos. Largo de São João Novo 16. Tel: 22 2026937 ou 22 2000212. www.ofado.com

Em duas viagens anteriores fomos ao Restaurante Marina onde comi a melhor lula recheada. Não sei se ainda mantém a qualidade, as avaliações em sites especializados dão notas que vão de 5 a 10. Vou ter que conferir. De qualquer maneira a localização é ótima, bem ao pé do Rio d´Ouro. Cais da Ribeira 29. Tel: 22 2000302

O Funicular dos Gundais, construído em 1891, depois de um período completamente abandonado, foi restaurado para se tornar um dos pontos turísticos mais charmosos da cidade. Ele conecta a parte alta, Batalha, à parte baixa, Ribeira. De lá se tem uma vista magnífica do Rio d´Ouro e da Ponte D. Luís. Pena que o passeio dure menos de cinco minutos.
Novembro a Abril – diariamente de 8 às 20h
Maio, Junho, Julho, Setembro e Outubro – de domingo a quarta de 8 às 22h
De quinta a sábado de 8 à meia noite.
Agosto – todos os dias de 8 à meia noite.
A viagem avulsa custa 1,80 euros.

A viagem do Teleférico de Gaia também dura 5 minutos. Instalados num bondinho pendurado por cabos (quem conhece o Pão de Açucar no Rio de Janeiro sabe como é), os passageiros se encantam com a paisagem ao longo do Rio d´Ouro. A passagem de ida e volta custa 8 euros. Verão: de 10 às 20h. Inverno: de 10 às 18h. Deve ser lindo à noite. Rua Rocha Leão. Vila Nova de Gaia.

Ao longo do Rio d´Ouro são oferecidos passeios de barco ou de bote inflável, é só escolher a duração do roteiro. 

A Praça da Batalha é uma das principais praças da cidade onde se desenrolou uma sangrenta batalha, que, segundo o guia do ônibus de sightseeing, ninguém sabe muito bem qual! Ali fica o majestoso Teatro Nacional São João, onde nos apresentamos com o espetáculo “Bonitinha, mas ordinária”, de Nelson Rodrigues, direção do Eduardo Wotzik, a convite do Ano Brasil – Portugal, em Maio de 2013.


Coisas do Porto!
Como sou viciada em cor, adoro visitar os mercados municipais. No Porto, o famoso Mercado do Bolhão, fundado em 1850, com arquitetura neoclássica, foi classificado como “Lugar de Interesse Público” em 2006. Aberto de segunda a sexta de 7 às 17h. Sábados de 7 às 13h. Rua Formosa.

A Catedral da Sé foi construída no século 12 em estilo românico, mas sofreu inúmeras alterações ao longo dos anos. Um dos mais antigos monumentos da cidade, nela está guardada a urna com os restos mortais de São Pantaleão, o padroeiro do Porto. Terreiro da Sé.

Cruzeiro no Rio d´Ouro – enquanto o barco desliza, você almoça apreciando as pontes e as construções ao longo do rio.

Vinhas d´Alho é um restaurante meio escondido na Ribeira, charmoso, moderninho, com o melhor da cozinha tradicional em figurino contemporâneo. Achamos meio por acaso, enquanto flanávamos por ali. Peça uma mesa com vista para o Rio d´Ouro; à noite é um espetáculo à parte. Muro dos Bacalhoeiros 139. Tel: 222 012874


Salão do Vinhas d´Alho
Lulas Recheadas no Vinhas d´Alho
O Solar do Vinho do Porto é recomendado por tooodo mundo que visita o Porto. Num casarão do século 18, com uma vista espetacular, especialmente ao pôr do sol, as degustações de Vinho do Porto são disputadíssimas. E o melhor, eles só cobram a dose para que você possa conhecer vários rótulos. É programa obrigatório. Quinta da Macieirinha – Rua de Entre Quintas 220. Tel: 351 226094749. ATENÇÃO: ESTIVEMOS EM MAIO DE 2013 E O SOLAR ESTAVA FECHADO SEM PREVISÃO DE REABERTURA. CONSULTE ANTES DE IR.

A Cervejaria Galiza é uma das mais tradicionais e tem fama de servir a melhor francesinha do Porto. Fica perto da Rotunda da Boa Vista. Rua Campo Alegre 55.

Unanimidade em todas as avaliações, coisa mais do que difícil, é o Restaurante A Grade, de comida tradicional portuguesa. A idéia dos proprietários, D. Helena e Seu Ferreira, é oferecer um lugar simples, informal, com jeito de casa da gente, bom preço e comida caseira excelente. Tudo o que todo mundo quer. Vale a pena experimentar o Bacalhau a Lagareiro com o vinho da casa. Melhor reservar, só tem 24 lugares. Bem discreto na Rua de São Nicolau 9. Tel: 22 3321130 e 22 2087818.

O Caravela da Ribeira atrai os clientes pelo preço baixo do menu! E os seduz para sempre com a comida honesta e bem feita. Rua Mouzinho da Silveira 124.

A Casa Agrícola não é uma casa agrícola. Bem no centro, instalado em um belo casarão do século 18, é um restaurante prá lá de indicado pela comida, ambiente, decoração e simpatia dos garçons. O “Bacalhau com batatas ao murro” custa em torno de 17 euros. Easymeal (imagino que seja o almoço executivo) de meio dia às 15h. Rua do Bonsucesso 241. Tel: +351 22 6053350. www.casa-agricola.com

Restaurante Casa Agrícola
No bairro Boavista fica a Casa da Música, uma construção moderna de arquitetura controversa. Inaugurado em 2005, o espaço projetado pelo arquiteto holandês Rem Koolhaas, oferece concertos, shows contemporâneos e um restaurante no topo instalado em meio a uma galeria de arte moderna com direito a uma vista linda da cidade. Segunda a sábado de 10 ás 19h. Domingos de 10 às 18h. Avenida da Boavista 604. www.casadamusica.com

Casa da Música
Para os fãs de futebol, o Estádio do Dragão é o lugar. Faça a visita guiada e depois assista a uma partida FCPorto. Você vai vibrar! Avenida Fernão de Magalhães.

COMO CHEGAR:

De avião: o Aeroporto Francisco Sá Carneiro fica a 11 km do centro e pode ser alcançado por metrô ou ônibus.
Metrô - linha E – Violeta (Aeroporto – Estádio do Dragão) funciona todos os dias, de 6 à 1 da manhã. Até a estação Trindade ou Bolhão são 30 minutos. Ônibus - linhas 601, 602 ou 3M, custa 1,80 euro.
Shuttle - são dois serviços de shuttle para ir e vir do aeroporto. Tem que reservar antes:
- Airportshuttle – reservas por email: airportshuttle@100rumos.com ou por telefone +351960426692. Todos os dias de 4 e meia da manhã até 19:30h. Ida e volta custa 8 euros. Só ida, 6 euros.
- Goin´Porto – reservas online: www.goingporto.com. Todos os dias de 4 e meia até 1 da manhã. O preço é o mesmo.
Táxi – não é caro. Eu sempre pego um táxi na saída do aeroporto.

De trem: inaugurada em 1915, a estação São Bento é a mais central e movimentada. Preste atenção ao átrio forrado com 20 mil azulejos desenhados por Jorge Colaço.

O Porto Card é um passe que dá direito ao transporte público por 1, 2 ou 3 dias. É vendido no aeroporto, estações de trem ou postos de turismo.

OUTROS:

Restaurantes - abrem para almoço de meio dia às 15h e para jantar de 19 ás 22h.
Lojas - abrem de 9 ou 10h até 19h. Algumas abrem aos sábados.
Shoppings - ficam abertos também aos domingos.
Museus -  a maioria fecha às segundas.
Telefone - o código telefônico de Portugal é 351. Do Porto é 22.
Eu sempre compro um chip do país onde estou para ligações locais e acesso á internet. Coloco no meu celular e faço recargas. Sempre deu certo. Não mude seu número, assim você continua a receber mensagens no celular.
Não deixe de provar o queijo da Serra da Estrela. Cremoso, com um sabor inimitável, é um carinho no paladar!
Tome vinho verde. Não tenha preconceito. O vinho verde servido em Portugal não tem nada a ver com o que tomamos no Brasil. Ao atravessar o Atlântico, ele emburra e larga suas propriedades mais marcantes no mar. Experimente o Alvarinho!
Pérola do Bolhão - mercearia inaugurada em 1917.

ONDE FICAR

Mercure Porto – um quatro estrelas bem no centro histórico a preços bem simpáticos.
Praça da Batalha 116.
22 2043300

Pestana Porto – charmoso e sofisticado os quartos têm vista para o Rio d´Ouro.
Praça da Ribeira 1.
22 3402300

Pensão Favorita - esse hotel boutique de 12 quartos fica num prédio restaurado e tem ótimas avaliações no Trip Advisor. Rua de Miguel Bombarda 267. www.pensaofavorita.pt 

TATTVA - design hostel
Rua do Cativo, 22-28.
351 939887070

ONDE COMER:

Maria Moita – a decoração é rústica e a comida é caseira nesse restaurante familiar. O preço médio no cardápio é 15 euros. Fecha ás segundas. Travessa do Castelo 55, Leça da Palmeira. Matosinhos (fica a uns 12 km do centro). 22 9951806.
São Valentim – elogiadíssimo pela qualidade do peixe e a simpatia dos donos esse restaurante também fica em Matosinhos. Rua Heróis de França 335. Tel: 22 9379204
Abadia – a falta de sofisticação não interfere na qualidade da comida. No centro da cidade o bacalhau do Abadia é rei. Rua Ateneu Comercial do Porto 22-24 - Santo Ildefonso - Tel: 22 200 87 57
Chez Lapin – bem avaliado pela comida e pela vista maravilhosa do Douro e de Gaia. Não é barato. A decoração é uma atração à parte. Rua dos Canastreiros 40.
Bufete Fase - várias vezes premiado como "a melhor francesinha do Porto". Rua de Santa Catarina 1147.
A Francesinha é um sanduíche de linguiça ou salsicha ou presunto ou carne, coberto com queijo derretido, acompanhado de molho à base de tomate, cerveja e piri-piri. Leva um ovo estrelado por cima e batatas fritas ao lado. É típico do Porto. 
Cozinha da Terra - mais um lugar escondidinho a 35 km do Porto. Tradicional, com a melhor gastronomia portuguesa, forno a lenha e decoração rústica. Almoço de 12:30 às 15h. Jantar de 20 às 22h (reserva). Fecha aos domingos para o jantar e às segundas. O preço médio é 30 euros. Largo da Herdade 8. Louredo. Tel: 255 780900. www.cozinhadaterra.com  
Armazém do Chá – o nome inocente engana. É uma mistura de restaurante, bar e boate localizado na Baixa.  A reforma do antigo armazém de torrefação manteve elementos das instalações industriais. São três andares divididos em wine bar, pista de dança, cafeteria, sala de estar, palco para shows. Bem moderninho. Rua José Falcão 180.
Rua Galeria Paris - para sair à noite e “tomar uns copos”. Fica ao pé da Torre dos Clérigos, é cheia de bares simpáticos; entre eles se destaca o Bar Galerias de Paris no número 56 onde funcionou um armazém de tecidos. De 23 h até ás 4 da manhã o movimento não pára! O Bar Galerias de Paris funciona de segunda a sábado de 9 às 2 da manhã. De quinta a sábado até as 3h.
Book - esse restaurante de comida mediterrânea funciona no espaço da antiga Livraria Avis. A decoração é divertida. Almoço de meio dia às 15h. Jantar de 20 às 2 da manhã. O preço médio é 30 euros. Faça reserva. Rua de Aviz 10. Tel: 351 917953387.
Clube 3C – lugar bacaninha para se ir no fim de tarde ou à noite é uma mistura de bar, restaurante e clube. O risoto de camarão é bem comentado. Rua Candido dos Reis 18.
Bar Candelabro - para um aperitivo antes do jantar. Rua da Conceição 3.
Miss´Opo - comandado pela doublé de fotógrafa e chef Ana Luandina, a cozinha é "amadora, mas franca", como ela mesma define. Famoso é o Faz-te a Vida. Rua dos Caldeireiros 100.

COMPRAS:

Passarinho da Ribeira - artesanato e lencinhos bordados. No Cais da Ribeira.
Rua de Santa Catarina – várias lojas.
Vila do Conde Outlet - Nike, Diesel, Lacoste, Ralph Lauren, Carolina Herrera, são algumas das 140 marcas que você encontra nesse outlet a 25 km da cidade do Porto, em Vila do Conde. As lojas prometem até 70% de desconto. Todos os dias de 10 às 11h. Dias 24 e 31 de Dezembro fecha às 18h. Fecha 1 de janeiro e 25 de dezembro. Não esqueça de pedir o tax free. De segunda a domingo, de 9 às 23:30h, um mini-bus faz o transporte gratuito desde a estação Modivas Centro até o outlet. Avenida Fonte Cova, Modivas, Vila do Conde. 

PASSEIOS:

Igreja dos Grilos – construída pelos jesuítas em 1577 em estilo barroco. Dentro está o Museu de Arte Sacra e Arqueologia. Largo do Colégio.

Igreja   das Almas – construída no princípio do século 18 é revestida por quase 16 mil azulejos. Rua Santa Catarina 428.

Cruzar a Ponte Luis pelo tablado superior. Descer pelo funicular (ou subir)

Museu de Serralves - dar uma volta pelos seus jardins e almoçar no restaurante tipo buffet que eles têm no museu. A refeição custa relativamente barato (16€) entrada, prato principal e sobremesa.  O sightseeing chega lá! Aos domingos a entrada é grátis.

Cave Croft – a entrada é mais barata do que as outras caves e eles não fazem pressão para o visitante comprar alguma coisa. Rua Barão de Forrester 412. Vila Nova de Gaia.

Palácio da Bolsa - vale a pena visitar; a decoração é o ponto alto e o salão árabe é espetacular. www.palaciodabolsa.pt

AMARANTE – a 60km do Porto é considerada a Pérola do norte de Portugal. O casario do século 17 e restaurantes com terraços sobre o rio.
- Restaurante Zé da Calçada, bacalhau famoso. 
- Confeitaria da Ponte, ao lado da ponte de São Gonçalo.

PESO DA RÉGUA - 50 km de Amarante?


2 comentários:

  1. Se eu conseguisse expor em palavras tudo que eu tenho para dizer e indicar do Porto depois desses 8 meses que estou aqui, tenho certeza que sairia um relato muito parecido com esse, só que não tão bem escrito! Conseguiu reunir tudo que o Porto tem de bom Teresa! Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana Cláudia. Esse elogio é muito especial. Beijoca.

    ResponderExcluir

Compartilhe sua opinião conosco! Deixe seu comentário e sugestões, nós vamos adorar!